body positive

Body Positive – Tudo o Que Você Precisa Saber

Você sabe o que é body positive? É provável que você já tenha se deparado com este termo que está bombando na rede nos últimos tempos. Confesso que até recentemente eu mesma desconhecia essa palavra e, principalmente, o seu significado, mas hoje consigo entender o quanto ela é importante para desconstruirmos as questões relacionadas ao nosso corpo.

Então, bora conhecer um pouco mais sobre esse movimento?

Primeiramente, o que é Body Positive?

Body Positive é uma onda de pensamento positivo e amor próprio que começou nos Estados Unidos. Em outras palavras, podemos dizer que o objetivo do Body Positive é inspirar pessoas a enxergarem a beleza única que há dentro de cada um de nós. Entretanto, muitas pessoas entendem o body positive como uma apologia à obesidade ou anorexia ou então acreditam que o movimento é como um ditador que condena procedimentos estéticos ou tratamentos de saúde. Não é nada disso. Este movimento quer apenas mostrar que a beleza transcende as “angels” das passarelas e que ela é plural e diversa, assim como todos nós.

No Brasil, o movimento Body Positive está nos seus estágios iniciais e segue junto ao movimento feminista. Ambos os movimentos pregam a igualdade de direitos e a auto estima, assim como o empoderamento das pessoas contra as injustiças e falsos padrões.

Sabemos o quanto pode ser desgastante se estressar com coisas relacionadas à pressão estética, não é mesmo? “Tenho que me depilar”, “preciso fazer a unha”, “ninguém merece um sobrancelha cabeluda”. O que não falta são exemplos de como somos reféns da pressão estética.

Com a ajuda do pensamento positivo voltado para o nosso corpo, nossas neuras podem ser superadas uma a uma e podemos usar essa energia para agir positivamente e melhorar nossas vidas e o mundo como um todo. Ter uma atitude body positive na vida te mostra que quando você tem auto estima, ela te serve como impulso para cuidar mais de si mesma.

body positive

5 Pensamentos Body Positive Para Começar Refletir

Mais do apenas uma ideia, o Body Positive é um estilo de vida e um modo de pensar que deve ser levado para a vida toda. Infelizmente, estamos tão acostumadas a receber o que vemos na mídia como a verdade que, quando entramos nesse mindset podemos encontrar algumas dificuldades.

O lado bom é que, uma vez que você começa a enxergar a vida com este novo olhar, você começará a identificar cada vez mais situações onde são impostos um padrão que não condiz com a realidade.

Para te ajudar nessa mudança de mindset, selecionei 5 mantras de pensamento positivo para repetirmos para nós mesmas todos os dias e tornar um hábito essa conscientização.

  1. Meu corpo merece amor e respeito
  2. Eu amo o meu corpo como ele é
  3. Comida não é minha inimiga e eu agradeço pela comida que eu como por nutrir o meu corpo
  4. Meu valor não definido pelo meu peso. Eu defino o meu valor e eu sou valiosa!
  5. Eu estou confortável na minha própria pele

Uma coisa que eu aprendi depois que comecei a me rodear de conteúdo body positive é que quando deixamos de nos odiar e criticar, nos tornamos mais ativos e produtivos. Quando acreditamos em nosso potencial, tudo muda, nos tornamos mais receptivos a novos ensinamentos, temos mais consciência sobre nós mesmos e aprendemos a cuidar melhor de nós.

Gostou deste post? Então, compartilhe com seus amigos!

21 comments on “Body Positive – Tudo o Que Você Precisa Saber

  • Letícia , Direct link to comment

    Oii Amanda,
    Nunca tinha ouvido falar sobre o movimento, adorei demais o post, pois todos precisamos de pelo menos um pouco de auto estima, dê dicas de perfis do IG sobre o Body Positive para seguir, adorei. Beijos Lê

    • Amanda , Direct link to comment

      Ótima ideia Letícia, vou depois fazer um post especialmente para dar dicas de perfis do IG que tem essa pegada body positive.

  • Ananda , Direct link to comment

    Que interessante!
    Eu gosto muito de coisas que nos fazem ter amor próprio e saber nosso valor.
    Achei muito legal e importante esse movimento, vou pesquisar mais coisas sobre ❤️

    xx

  • Renata , Direct link to comment

    Oi Amanda!
    Eu amei esse post num nível que você não faz ideia, já salvei o link pra poder acessar os sites com calma e ver os conteúdos. Eu já vi alguns ig’s falando disso, com artistas expressando através de suas artes a ideia e valorizando todos os tipos de corpos. Confesso que, mesmo me rodeando de várias ideias assim, ainda não consegui ter nada internalizado em relação a eu mesma.É fácil ver a beleza em outras pessoas, em mim, a história é totalmente outra.
    Espero que seu post possa alcançar muitas pessoas que precisam conhecer a ideia! <3
    xoxo

    • Amanda , Direct link to comment

      É difícil mesmo Renata. Ainda mais com a mídia o tempo todo nos dizendo o quanto nosso corpo não se encaixa em determinado “padrão”. Pode parecer bobo, mas falar em voz essas afirmações que coloquei no post pode ser um bom começo para você. Talvez no começo a gente nem acredite muito no que tá falando, mas o exercício é isso mesmo: é falar até acreditar.

  • Gislaine Motti , Direct link to comment

    Oi! Tudo bom?

    Eu não conhecia o movimento Body Positive mas, conforme fui lendo o seu post, percebi que já há algum tempo tenho mudado minha própria mentalidade quanto a isso. Não sei como ou quando começou, mas tenho tentado (e conseguido, o que é a melhor parte) aceitar e gostar de mim mesma do jeito que eu sou… e como você mesma disse, isso me impulsionou a cuidar melhor de mim mesma! Acaba virando uma bola de neve da autoestima e aceitação, e isso é lindo!

    Literalize-se

    • Amanda , Direct link to comment

      Que bom que você tem feito isso Gislaine! Nem sempre é um caminho fácil (na maior parte do tempo é bem difícil), mas vale muito a pena quando começamos a perceber as mudanças.

  • Luana , Direct link to comment

    Descobri o que era o Body Positive pelo canal Alexandrismos, e desde então tenho acompanhado os vídeos. Esse movimento fez com que muitos pensamentos meus mudassem para melhor. Mas fez ver que, embora a minha autoestima seja relativamente baixa, eu tenho que medir o quanto isso me afeta socialmente, diferente do que uma pessoa gorda sofre, por exemplo. Também tem me ajudado a me enxergar de uma forma melhor 🙂
    Adorei o post, pois quanto mais pessoas conhecerem esse movimento, maior ele se torna e mais pessoas ele ajuda <3

    • Amanda , Direct link to comment

      Gosto muito desse canal, já aprendi muita coisa nele. Sempre bom a gente se atualizar e aprender a sermos pessoas melhores né?

  • Erika Monteiro , Direct link to comment

    Oi Amanda, tudo bem? Que iniciativa mais interessante. Como diz minha mãe tudo precisa ser feito com moderação. Precisamos cuidar do corpo? Sim. Mas não devemos fazer disso nosso único objetivo. É preciso cuidar da mente, da saúde, praticar exercícios e tentar manter uma vida mais equilibrada. Tenho feito meditação e yoga ajuda bastante. Beijos, Érika =^.^=

  • Daiane , Direct link to comment

    Oi, Amanda. Tudo bem? De fato o tempo body positive tem chamado minha atenção, mas ainda não tinha parado pra ler sobre o assunto. A ideia de valorizar todos os tipos de corpo me encanta de uma forma tão grande! Por mais iniciativas assim, que mostrem que somos suficientes na maneira que somos! Você até me inspirou a falar sobre no meu blog!
    Beijos
    http://www.cheiadeassunto.com

  • Kimberly Camfield , Direct link to comment

    Oi Amanda! Eu não conhecia esse movimento. Achei muito legal e algo do qual realmente precisamos. Todos nós nos sentimos, em certa medida, insatisfeitos com nossos corpos, porque somos condicionados a nos sentir assim. Eu certamente mudaria muitas coisas no meu corpo. Não que eu tenha auto-estima baixa, nem nada do tipo, ou ache meu corpo feio. Não acho. Mas toda vez que olho aquelas pessoas perfeitas no insta, na revista, na tv, olho pra mim e sempre penso que algo poderia melhorar, que nada está bom o suficiente. Daí preciso parar, reformular a minha mente e lembrar que perfeição não existe. Cada um é lindo à sua maneira. E as pessoas mais lindas que eu conheço na vida real, são lindas não pelo físico, não pela aparência, mas por serem quem são, por se sentirem confortáveis consigo mesmas, dentro da própria pele. É o tipo de beleza que transparece de dentro para fora.
    Beijão

  • THAIS , Direct link to comment

    Eu sigo uma moça no insta que fala bastante sobre isso, a Mirian Bottan. Além de algumas gringas famosas, como a Lea Michele e a Genevieve Padalecki. E o livro “únicas” que não me lembro de quem é, infelizmente, me ajudaram bastante a começar a amar meu corpo. Claro que as vezes ainda caio nessas pressões estéticas, mas tenho começado a fazer mais as coisas pq eu quero e gosto do que por precisar.

  • Eva Camargo , Direct link to comment

    Eu não conhecia esse movimento, mas muito me interessou.
    De uns tempos para cá, acho que quando comecei a amadurecer e enxergar a vida com mais calma, me (re)conheci de verdade e passei a entender mais meu corpo. Perder neuras que foram alimentadas durante anos e anos a fio, é complicado, difícil, mas eu estava tão cansada de impor regras e conceitos a mim mesma.
    “Você tem que emagrecer”, “seu cabelo tem que estar alinhado o tempo todo” “suas unhas devem ser compridas e sempre pintadas”. Cansou sabe?!
    Se eu quero emagrecer? Quero sim! Mas, eu sei que é mais pela minha saúde (triglicérides alto, rs) do que “você-tem-que-ser-assim”. E meu cabelo? Transição nele! Hoje ele está com frizz e apontando para todos os lados e tô ótima assim.
    Esse movimento veio na hora certa, acho que é uma forma de nos sentirmos mais confortáveis com quem somos. É um saco não se sentir confortável em nossa própria “casa”. É tão legal ser a gente mesmo! rs

    Amei o texto e obrigada por me apresentar o movimento, Amanda. Super beijo.

    http://www.amavelgirassol.blogspot.com/

  • Rebeca , Direct link to comment

    Oi Amanda, tudo bem? Nossa, eu AMEI o seu post. Primeiro porque acho lindo qualquer movimento de amor próprio. Depois porque eu não conhecia ainda, mas percebi uma movimentação quanto amor próprio na internet esse ano. Eu mesma, estou super viciada nessa de amor próprio. Acho que as pessoas estão cansadas de tanta pressão e estão começando a se permitirem serem mais reais entende?! Eu gostei muito desse movimento e vou fuçar nos sites que você recomendou ali. Odiamos nos sentirmos cobradas, mas reparamos nos outros entende? Sofremos e causamos toda essa pressão. Realmente acredito que se mudarmos a nossa perspectiva quanto à nós mesmos, mudamos o nosso comportamento em relação aos outros. Parabéns pelo post. Beijos

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *